Pedro Garcias do jornal Público é da região duriense e ali reside, mas mantém a capacidade de se deixar fascinar pela beleza do Douro: “(…) Num ápice, a terra abre-se num precipício amplo, deixando á vista uma das mais belas panorâmicas do Douro, um imenso e geométrico reticulado de vinhas subindo nas duras encostas (…). É uma paisagem impressionante que mostra bem o carácter montanhoso da região e a sua diversidade”. Em menos de dez quilómetros, descemos dos 600 aos 100 metros de altitude, descreve ainda o jornalista, e passamos da terra do Moscatel para o vale dos grandes tintos do Douro, o Vale de Mendiz.

Neste cenário, como que “pairando sobre todas estas vinhas”, a Quinta dos Lagares “é uma torre de vigia”, o “seu melhor miradouro”.

Pin It on Pinterest